quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Sensibilidades

Sensibilidades



Por vezes, a facilidade com que habitualmente transmito o que me vai na alma esquiva-se. 
O turbilhão que em mim se instala enreda-me o coração, as palavras e a mente. 
Anseio falar mas impera o silêncio.
Os olhares que me rodeiam desesperam na tentativa de captar aquilo que não transmito. 
Tarefa árdua a deles se nem mesmo eu me decifro nesses momentos.
- Preciso de tempo – é a única coisa que me ocorre dizer, a única que consigo balbuciar por entre os meus suspiros interiores.
Pouco depois o âmago aquieta-se, a tempestade passa, e eu renasço outra vez. 
FR® 

Sem comentários:

Enviar um comentário