sábado, 7 de julho de 2012

SENTIR


SENTIR

Escrevo a razão do sentimento

no silêncio

e com o coração

se acaso perguntares: terá o sentimento razão

em se exprimir?

responder-te-ei: às vezes sim, às vezes não

porém as silabas que decalco

na lisura do papel não contemplam

a robustez prolongada

do meu sentir.


Florbela Ribeiro

2 comentários:

  1. Com os vinte e sete ossos, trinta e cinco músculos e cerca de duas mil células nervosas em cada uma das pontas dos cinco dedos (segundo Wisława Szymborska)... eis uma das diversas formas de expressar os nossos sentimentos. Se a razão tem razão para fazê-lo já é outra questão. Mas, na realidade, nem todos conseguem fazê-lo, pelo menos da forma como desejariam...
    Gostei deste teu "SENTIR" Florbela!... Parabéns pela forma como escreves.

    ResponderEliminar