quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Solidão






Não creio como eles crêem,

Não vivo como eles vivem,

Não amo como eles amam...

Morrerei

como eles morrem.


Marguerite Yourcenar (1903-1987)

Tradução: Maria da Graça Morais Sarmento

Sem comentários:

Enviar um comentário