sexta-feira, 2 de setembro de 2011

ORAÇÃO DA CANANEIA


ORAÇÃO DA CANANEIA

Da porção do teu dia
dá-me
dá-me apenas”
Florbela Ribeiro, “Dá-me apenas”


Da porção do teu dia
Dá-me apenas do que tenho
em excesso de desejo

dá-me apenas do ardor
que arrefece nos corpos lentos
dos esposos
dá-me apenas uma simulação
de sol uma água ressequida
das inúmeras pedras

dá-me só das estrelas que
da noite caírem, estão perdidas
ninguém há que saiba
se por trás das montanhas
ou da linha dos mares
acharam casa
talvez a névoa e o resto
das auroras da tua voz

dá-me apenas
a migalha do teu pão
da porção do teu olhar
serão o dia
para mim

2/09/11
Rui Miguel Duarte



Blogue: "novas criações"
http://neaktisis.blogspot.com/

Sem comentários:

Enviar um comentário