segunda-feira, 23 de maio de 2011

Dá-me apenas






















Dá-me apenas


Da porção do teu dia

dá-me

dá-me apenas

do que da mesa sobeja

migalhas

poucas que sejam

servirão

para amaciar

a dor

de quem mendiga

uma só

palavra Tua.


Florbela Ribeiro

Sem comentários:

Enviar um comentário