sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

66 anos depois...



Amanhã fico triste… amanhã!
Hoje não…
Hoje fico alegre!
E todos os dias, por mais amargos
que sejam, eu digo:
Amanhã fico triste, hoje não…
...

Poema em língua yiddish encontrado na parede de um dos dormitórios de crianças do campo de extermínio nazi de Auschwitz.





...não posso adiar para outro século a minha vida
nem o meu amor
nem o meu grito de libertação.

Não posso adiar o coração.


António Ramos Rosa

Há 66 anos as tropas soviéticas libertaram Auschwitz-Birkenau, a fábrica da morte nazista

Sem comentários:

Enviar um comentário