quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Aponta o olhar no tempo

























Aponta o olhar no tempo


Adormece o sentir do sentimento

Aponta o olhar no tempo

Recua na memória

No sonho alado

E espera o milagre

Acontecer.



Florbela Ribeiro®

Sem comentários:

Enviar um comentário