sábado, 26 de setembro de 2009

Nas entre linhas



















Nas entre linhas


Escrevo claro, por entre as linhas,
nas entrelinhas.

Escrevo pública e secretamente.

Registo em folhas brancas de papel,
a ânsia e a dor,
que sobrevoa a alma deste povo
aventureiro e lutador.

Mas dos sentimentos
que me povoam a mente,
não escrevo.
Omito-os discretamente.

Florbela Ribeiro

Sem comentários:

Enviar um comentário