quinta-feira, 19 de março de 2009

Amor de Pai


O amor de pai é visível:

na mão calejada,

na camisa suada,

no corre-corre constante

do dia-a-dia agitado

na entrega da vida

e na doação…

O amor de pai é visível:

nos joelhos dobrados

em reverente oração,

e nos braços abertos

repletos de afecto,

de amor e perdão.

O amor de pai é sentido:

no olhar de ternura

no colo protector

e no coração emoldurado

pela voz tranquila

de um imenso amor

*

Florbela Ribeiro A. S.

Sem comentários:

Enviar um comentário