quinta-feira, 3 de abril de 2008

Passos em volta da solidão


Passos em volta da solidão


Caminhas sobre a solidão

Marcando o compasso

Triste de uma melodia

Que soa dos teus lábios

Como uma leve carícia.

Das tuas mãos o gesto do amor

Suaviza no rosto os sinais

Profundos de dores vividas

Em paralelo a sonhos perdidos

Selados com passos vazios

Pelas veredas de uma estrada

Repleta de ilusões





Florbela Ribeiro A. S..

Sem comentários:

Enviar um comentário