quinta-feira, 6 de dezembro de 2007



AO TEU CORAÇÃO INTACTO
Para a minha Mãe

Mãe…Das janelas da tua alma
Vejo o azul do mar imenso
Onde marés vivas de mágoas
Das traições sofridas
A praia vão alagar…
Mas tens repleto de amor
O teu coração intacto
Sem rancor, sem azedume…
Tens sabedoria no trato
E nos gestos tens perfume

Florbela Ribeiro A. S.

Sem comentários:

Enviar um comentário