quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Um dia destes vou voar...


Um dia destes vou voar…

Nas asas do vento voar
Vou planar como uma águia
Na brisa suave da manhã…
Abrirei os olhos para a Natureza
Voarei e sentirei os olhos livres…
Observarei o Mar imenso
em contraste com o azul do Céu
sentirei do Sol, calor.
Uma saudação aos arbustos verdejantes, do alto…
Verei flores de mil tamanhos e cores…
Sorverei doces fragrâncias
Subirei ao monte mais alto
E lá em cima, no topo
Descansarei…
A contemplar tão majestosa criação…
E ao meu Senhor exprimirei
O quão grata Lhe sou por existir!

Florbela Ribeiro A. S.

1 comentário:

  1. "O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis".

    Fernando Pessoa

    ResponderEliminar