quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Cantar de Amigo com um abraço




Cantar de Amigo com um abraço

Entro pela porta frontal
Sorriso nos lábios
Olhar cintilante
Meu coração a pulsar
Trago novas, novas trago
Para quem as quiser escutar
Se a luz do vosso semblante
Desejais de novo espalhar
Abram com ousadia
As janelas do vosso ser
Para em vós, Cristo morar
E depois das novas dadas
Com modéstia me retiro
Um abraço até amanhã

Florbela Ribeiro A.S.

Sem comentários:

Enviar um comentário