domingo, 28 de outubro de 2007

Alguém lá em cima...


Alguém lá em cima gosta de mim

Mas não gosta de uma forma comum

De uma forma banal

Um gostar assim, assim.

É sim, um gostar distinto que me arrebata a alma,

Gostar que tem por nome Amor

Que é de todas as palavras

a mais bela…

Onde o sentimento do verbo amar

Se torna plenitude.

Esse Alguém lá em cima que gosta de mim

No mais arrebatado modo de se amar

Ama-me na suprema forma Divina...
Florbela Ribeiro A. S.

1 comentário:

  1. Gostei imenso desta dicção poética, absolutamente ao correr da alma( e da pena...).
    Parabéns, João

    ResponderEliminar